“Eu era escrava do sexo, mas Jesus não desistiu de mim”, diz ex-prostituta

2
ProgramaNoitecomDeusNovo.jpg

A youtuber Dani Cristine compartilhou em seu canal parte do seu testemunho de libertação sobre a escravidão sexual. Ela comenta que sofreu abusos na infância e que por isso foi influenciada a ver o sexo de uma forma banal. Ela ainda afirma que não sente vergonha de expor seu testemunho pois acredita que ele serve de encorajamento para outras pessoas que podem estar sofrendo do mesmo caso.

BANNERPUBLICIDADE720x90.jpg

“Eu não tenho nada a esconder, pelo contrário. Eu sempre expus minha vida para o bem do Evangelho e para a expansão da obra de Deus. Eu me coloco diante de vocês para que o nome de Deus seja glorificado através dos meus testemunhos. Esse é um assunto relacionado a carnalidade. Desde criança eu era atacada e influenciada a ser despertada precocemente ao estímulo e instinto sexual”, iniciou.

“O sexo é algo natural, criado por Deus, porém tudo na vida tem um propósito. A vida humana é baseada em princípios e limites para o nosso próprio bem. O sexo não é pecado, mas ele é bendito. Ele é aceito por Deus somente entre duas pessoas casadas, porque o nosso Deus é um Deus de princípios. Sexo fora do casamento é prostituição. Eu estou testemunhando para mostrar que para Deus nada é impossível. Que Ele pode pegar uma prostituta e faz dessa mulher uma pessoa pura novamente. Ele tem o poder de restituir todas as coisas”, comentou.

“Até os meus 20 anos, minha vida e intimidade foi totalmente abusada, assolada, explorada, usada e destruída. Eu cheguei a um ponto da minha vida que não sentia mais prazer, porém devido a escravidão mental formada desde criança, eu acreditava que meu papel de mulher era seduzir e produzir prazer ao parceiro sem me importar com o que eu sentia. Eu era uma escrava do sexo, fazia tudo o que tinha aprendido com minha experiências em excelência”, ressaltou.

Intervenção de Deus

“Eu não sabia porque fazia, mas eu estava programada para fazer. Era como um robô que estava programado. Eu tive algumas experiências com a intervenção de Deus, relacionada ao sexo. Teve uma noite que eu estava com meu ex-noivo em um quarto de motel. De onde ele me tirou, o lugar onde ele me conheceu, isso já tinha uma carga pesada de imoralidade e tudo isso estava dentro de mim, porque o sangue de Jesus ainda não tinha me alcançado. Minha alma estava muito suja”, revelou a youtuber.

“A Palavra do Senhor diz que o pecado é crescente. Conforme você vai pecando, você vai ficando cada vez mais sujo. O pecado é um processo. A Palavra diz que o salário do pecado é a morte, ou seja, existe um basta, um limite e quando chega esse limite a morte vem, porque o nosso Deus trabalha com princípios”, disse.

“Quando chega nesse limite de pecado, o próprio diabo pede a alma do pecador a Deus e é quando Deus tenta intervir tentando convencer a pessoa do pecado e ai vai de livre-arbítrio de cada um se render a Jesus Cristo ou permanecer no erro. Pela misericórdia e graça de Deus eu creio que no tempo certo eu me entreguei a Jesus Cristo. Eu creio que já estava no limite, faltava pouco para a minha condenação eterna e Jesus Cristo agiu, ele não desistiu de mim e hoje eu estou aqui para compartilhar com vocês o tamanho do Deus que eu sirvo”, pontuou.

Fonte: Guiame

VEJA AQUI AGORA: Este é o seu canal de notícias no Youtube.
Compartilhar correntes no WhatsApp não transfere dinheiro a quem precisa e pode dar prisão

BannerElos640x90.jpg